Perfil

Clodoaldo nada em uma piscina de água azul, dando braçadas de frente.
Clodoaldo sorri com medalha entre os dentes, coroa de louros na cabeça e segura ramalhete de flores.

Clodoaldo Silva - o primeiro ídolo paralímpico do Brasil

O menino que tem uma história parecida com a de muitos brasileiros que nasceram em comunidades pobres, Clodoaldo Silva enfrentou mais um desafio além do socioeconômico, ele e sua família lutaram pela sua inclusão na sociedade. "Pode ter me faltado tudo em questões materiais, mas nunca me faltou amor", afirma Clodoaldo em relação à família.

Sonhador nato, o campeão paralímpico venceu as dificuldades e ultrapassou todos os limites quando se consagrou o maior medalhista em uma única edição dos Jogos Paralímpicos, que foi em Atenas-2004, conquistando sete medalhas (seis de ouro e uma de prata). Desde lá, nenhum outro paralímpico derrubou esse número.

Juntamente com o sucesso da equipe paraolímpica em 2004, Clodoaldo ajudou o Brasil a conhecer o esporte para pessoas com deficiência, se tornou exemplo de superação e é até hoje um dos maiores influenciadores do setor.

Ele se aposentou em 2016, logo após os Jogos do Rio, quando foi escolhido para acender a Pira Paralímpica. Hoje, sua agenda de palestras é intensa e um dos seus objetivos é reativar, o quanto antes, o Instituto Clodoaldo Silva para poder criar projetos próprios de educação, inclusão, esporte e acessibilidade.

Uma Breve Sinopse

Data e Local de Nascimento

01/02/1979
Natal - Rio Grande do Norte

Altura e Peso

Altura: 1,75m
Peso: 95 Kg

Principais Clubes

Sadef-RN - Sociedade Amigos do Deficiente físico do Rio Grande do Norte
Andef - Associação Niteroiense dos Deficientes Físicos
APC - Associação Paralímpica de Campinas

Principais Técnicos

Rosélio Villar (Zeca)
Rodrigo Villar
Carlos Paixão
Cristiano Cerqueira
Leonardo Tornasello

Provas

50m e 100m livres, 50m e 100m peito, 200m medley, 50m e 100m costas, 50m borboleta

Principais Momentos

Jogos Paralímpicos de Atenas - 2004
Jogos Parapan-americanos - 2007
Carregar a Tocha Paralímpica em Natal - 2016
Jogos Paralímpicos do Brasil - 2016
Acender a Tocha Paralímpica no Maracanã - 2016
Nascimento das filhas

Objetivo

Colaborar e contribuir para que a nossa sociedade "normal" nos veja, não como coitadinhos, não como incapazes, mas como pessoas que necessitam de oportunidade e não de piedade.

Sonho

Que um dia, não tão distante, o segmento das pessoas com deficiência possa ser visto e respeitado de uma forma igual, normal e natural como qualquer outro.

Livros e Filmes Favoritos

Transformando suor em ouro
Guga - um brasileiro
Ghost - Do outro lado da Vida
A espera de um milagre

História e Carreira

Clodoaldo Silva é um dos principais nomes do esporte paralímpico brasileiro. Ele também é conhecido como Tubarão Paralímpico. Por conta de uma falta de oxigenação durante o parto, ele nasceu com paralisia cerebral, o que afetou seus membros inferiores. Na infância e adolescência, foram mais de cinco cirurgias nas pernas, mas desde aquela época, já estava presente o espírito de nunca desistir, mesmo quando precisava subir ladeiras para chegar à escola. "Sofri preconceitos e discriminação. Mas isso nunca me impediu de fazer qualquer coisa", conta.

Clodoaldo de touca de natação apoia os braços cruzados à beira da piscina.
Clodoaldo bem jovem assina placa que contém uma estrela com seu nome dentro.

Aos 16 anos, Clodoaldo começou a praticar natação como sugestão da fisioterapia. Após 2 anos, participou do seu 1º campeonato brasileiro, conquistando três medalhas de ouro.

Clodoaldo coleciona mais de 500 medalhas, sendo um dos maiores medalhistas do país. Em 5 Paralimpíadas, conquistou 14 medalhas (6 ouros, 6 pratas e 2 bronzes). Nos Jogos Paralímpicos de 2016, no Brasil, foi o responsável por acender a pira no Maracanã.

Ele foi o 1º paralímpico do Brasil a investir em comunicação e planejamento de forma profissional. É palestrante, empresário, persuasivo, carismático, pai dedicado e possui uma história de vida inspiradora.

No esporte, Ayrton Senna é seu ídolo, mas seu exemplo mais precioso na vida é a sua mãe, dona Maria das Neves. Ela criou sozinha cinco filhos e desafiou barreiras para que Clodoaldo pudesse se deslocar e conseguir algo mais na vida, sempre ensinando-o que, apesar de sua limitação, podia fazer tudo o que desejasse.

Clodoaldo sorri e aponta piscina olímpica que aparece atrás de si.
Clodoaldo levanta os braços para platéia debaixo de chuva. Pira paralímpica acesa em sua cadeira.

Ganhou reconhecimento por meio das conquistas no esporte, de sua trajetória de vida, mas também por percorrer várias cidades do país com suas palestras. É respeitado por muitos brasileiros por sua história de superação e admirado por atletas e amigos da delegação paraolímpica atual, companheiros de competições nacionais e internacionais e por atletas olímpicos, sendo amigo de muitos deles. Tem o patrocínio da Nissan e da Zizane.

Atuação Hoje

Em sua trajetória, Clodoaldo Silva tem feito parcerias com muitas empresas levando o tema acessibilidade para torná-lo algo primordial em seus planejamentos.

Atualmente, o atleta se dedica a dar palestras, clínicas de natação, participa de eventos voltados para as pessoas com deficiência e de projetos dentro de empresas que visam o recrutamento de pessoas com deficiência no mercado de trabalho e conscientização de pessoas que não têm nenhum tipo de deficiência para torná-las mais empáticas com o tema.

Clodoaldo também tem feito fortes ações de divulgação do esporte como um todo e, especialmente, do esporte paralímpico, tendo sido convidado a ser comentarista da abertura dos Jogos e das provas de natação do Parapan de Lima 2019 e também do Campeonato Mundial de Natação pelo SportTV.

Clodoaldo faz sinal com as mãos e sorri com camisa do sportTV e Globo em tela de TV.
Patrocínio:
Nissan Nissan Zinzane Moda Zinzane Moda